Gestão escolar: por que ela é tão importante para a retenção de alunos?

desenvolvimento de escolas

Saiba um pouco mais sobre como a gestão escolar e a retenção de alunos estão intimamente relacionados. Continue a leitura e veja!

A forma de gerir instituições de ensino é muito importante para se manter a qualidade da educação como um todo. Isso traz como resultado uma maior satisfação dos alunos e, por consequência, promove a retenção desses alunos em escolas profissionalizantes. Nesse cenário, a gestão escolar exerce papel essencial.

Gerir bem uma escola implica na atuação individual e coletiva de membros que formam o corpo escolar. O objetivo é garantir um ambiente educacional de excelência e a formação dos alunos da melhor maneira possível.

No post de hoje, você compreenderá um pouco mais sobre como a gestão escolar e a retenção de alunos estão intimamente relacionados. Continue a leitura e veja!

Por que pensar na gestão escolar?

Há um histórico de administração vertical na maioria das instituições, o que envolve desde escolas de ensino fundamental, passa pelos cursos profissionalizantes e chega até a esfera universitária.

Por conta disso, prejudicava-se a otimização da instituição. Sendo assim, foram feitas inovações no processo de gestão ao longo do tempo, buscando a descentralização das responsabilidades.

Fortemente ligada à democratização pedagógica, a gestão escolar prioriza a comunicação entre as comunidades, interna e externa, da instituição, trazendo maior participação dos alunos no planejamento pedagógico e aumentando o engajamento de todos com o aprendizado.

Isso reduz a evasão nos cursos profissionalizantes e aumenta a confiança na qualidade da instituição, gerando maior número de matrículas e a retenção de alunos.

Quais são os pilares da gestão escolar?

A gestão escolar é subdividida em 6 pilares. Vejamos a seguir como ela se estrutura para você colocar em prática em sua instituição:

1. Gestão pedagógica

Este pilar diz respeito ao planejamento do sistema educacional, aplicação de recursos humanos, estabelecimento de metas, elaboração e execução de projetos pedagógicos.

2. Gestão administrativa

Trata de gerir os recursos físicos da instituição, incluindo a administração dos espaços e a qualidade de todos os serviços, tais como quadras poliesportivas ou laboratórios, por exemplo.

3. Gestão financeira

Cuida do orçamento da escola profissionalizante, sendo primordial para tomadas de decisões acertadas quando o assunto é investir na qualidade educacional para a retenção dos alunos. Um exemplo: determinar se existe verba para melhorar qualquer fator dentro da instituição, desde aumentar os ganhos do corpo docente e administrativo até a compra de novos itens.

4. Gestão de Recursos Humanos

Está relacionada à distribuição de tarefas, motivação, avaliação e comunicação da equipe escolar. Imprescindível para manter um alto nível de excelência no ensino, uma vez que pode promover a proximidade e interação entre as atividades de dentro de sala de aula — empregadas pelos professores —, as consultorias dos profissionais pedagogos (esfera da coordenação e atendimento pedagógico), funcionários da área administrativa e os demais envolvidos com o processo ensino-aprendizagem.

5. Gestão da comunicação

Garante que todos os envolvidos com a instituição escolar possam dialogar abertamente sobre os projetos e objetivos, e sejam levados em consideração. Pode-se utilizar esse pilar para aumentar o engajamento de toda a comunidade, com ações de escola aberta, por exemplo, a fim de demonstrar como funciona o Projeto Político Pedagógico da instituição de ensino.

6. Gestão de tempo e eficiência

Controla a produtividade dos funcionários e dos projetos. Relacionado à gestão de projetos, que visa otimizar todos os processos que envolvem o ensino-aprendizagem.

Entenda como o sistema de ensino interativo funciona na retenção de alunos.

Como usar a gestão escolar a favor da retenção de alunos?

Todos esses pilares precisam estar em funcionamento conjunto para que a instituição se desenvolva e melhore cada vez mais.

A partir de práticas pedagógicas que promovam uma comunicação eficiente entre os diversos setores existentes nas escolas e universidades, é possível garantir a qualidade do ensino.

Como foco na excelência, a gestão escolar consegue manter os alunos e, ao mesmo tempo, elevar o número de matrículas. Com isso, melhora-se de maneira contínua a estrutura do corpo docente e administrativo, além do ambiente para o desenvolvimento do trabalho.

Agora você já sabe como funciona a gestão escolar e seus pilares, e viu também a importância dessa estrutura para manter a qualidade da instituição de ensino, o que vai ter por consequência a retenção de alunos.

Quer aprender mais ainda sobre como ter sucesso em sua gestão escolar? Assine nossa newsletter e acompanhe todas as novidades do ramo!

Deixe uma resposta