Entenda de vez o sistema de ensino interativo. Vamos lá!

A educação, como um todo, vem se desenvolvendo ao longo dos anos, uma vez que é preciso se modernizar e explorar novos métodos de ensino. Com isso, surge o sistema interativo de ensino.

Considerando os diversos avanços das últimas décadas, fica em evidência que temos muitos recursos diferentes do passado e os alunos precisam de algo a mais do que a tradição escolar para se motivarem.

Você sabe o que é o sistema de ensino interativo? Já ouviu falar? Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto.

Funcionamento do sistema interativo de ensino

O sistema de ensino interativo é uma metodologia que surgiu com a ascensão da tecnologia, colaborando com a formação de alunos em diversos níveis escolares. A aprendizagem acontece na interação entre aluno e computador.

Isso faz com que o aluno possa aprender de forma mais individualizada, podendo avançar no curso dentro de suas especificações e de seu ritmo.

O interessante é que esse não é apenas um método para flexibilizar a vida dos alunos, já que proporciona uma maior facilidade em quesitos de assimilação e retenção de conteúdos e de aprendizagem.

Trata-se de uma metodologia que foca seus processos na assimilação rápida e eficaz de conteúdo, sendo, assim, um sistema que proporciona a interação entre conteúdos e meios de comunicação multimídias.

Principais vantagens do sistema

Para pensarmos as vantagens do sistema de ensino interativo, podemos fazer algumas comparações desta metodologia em relação ao ensino tradicional:

Sistema tradicional de ensino

Este sistema parte de questões mais convencionais, como:

  • horários fixos de aula;
  • o aluno precisa acompanhar o ritmo de toda a turma;
  • o início das aulas é pré-determinado;
  • faltas não podem ser repostas (findando em perda de conteúdo) etc.

Sistema interativo de ensino

Este sistema se opõe ao tradicional e tem os seguintes benefícios:

  • flexibilidade de horários de aula;
  • adaptação às necessidades e possibilidades do aluno;
  • não precisa de período fixo para matrículas e início das aulas;
  • o tempo de estudo pode ser definido pelo aluno;
  • faltar de aula não é prejudicial, o conteúdo acompanha a presença nas aulas;
  • o ensino é personalizado de acordo com a área de estudo;
  • dúvidas são tiradas de forma mais pessoal e individual;
  • os instrutores são treinados para atender a demanda de diferentes categorias.
  • fidelização de alunos

Ingresso mais rápido no mercado de trabalho

Além dos benefícios mencionados, o ensino interativo encurta o tempo de ingresso do aluno no mercado de trabalho. Isso acontece devido a uma série de fatores, sendo o principal deles o fato de que trata-se de um modelo de ensino totalmente baseado nas necessidades do mercado.

Como os cursos que adotam o ensino interativo são focados em áreas distintas — ainda que bastante específicas —, eles são capazes de formar alunos completos, atualizados e especializados, por meio de um método de aprendizagem individualizado que se baseia na lógica, com contextualização do conhecimento e com grande foco na área prática.

Dessa forma, são atendidas de maneira prática e eficiente as demandas do mercado de trabalho atual, que foca cada vez mais a sua captação de talentos em profissionais que se encaixem neste perfil, ou seja, que possuam o devido raciocínio para lidar com as mais diversas situações específicas de cada área, além da compreensão lógica das informações, de modo a tomar sempre as melhores decisões na prática.

Além disso, vale ressaltar que existem determinadas carreiras que não são encontradas facilmente entre as graduações tradicionais — como as focadas na área tecnológica, por exemplo.

As pesquisas comprovam

Os alunos do ensino interativo que possuem amplo conhecimento acerca das novas tecnologias são os mais cogitados para assumirem cargos neste contexto. Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada em 2016 pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontou que mais de 90% dos alunos de cursos tecnólogos e de qualificação estão empregados.

E não é só isso: o Portal MEC, em 2015, divulgou que foram realizadas 1,3 milhão de matrículas no ensino profissionalizante no Brasil. Trata-se, também, do resultado de um comportamento do próprio mercado.

Além disso, com o notável crescimento da oferta e procura de cursos de ensino interativo — sobretudo na área de tecnologia — além da mudança de perfil do aluno, que agora busca por cursos mais flexíveis e adaptáveis, o Brasil começa a se equiparar à Europa, ao Canadá e aos Estados Unidos, por exemplo, onde os cursos de formação de duração mais curta que a tradicional já somam mais de 50% dos alunos matriculados.

Sendo assim, ficou fácil perceber que os profissionais formados nessas modalidades têm grandes chances de conseguirem ótimos empregos, não é mesmo? Desta forma, para aqueles que já possuem um plano de carreira traçado, mas precisam da devida certificação para conseguirem um emprego melhor ou até mesmo uma promoção, os cursos profissionalizantes de menor duração e de ensino interativo são, sem sombra de dúvidas, uma boa opção.

O mercado mudou

Como você pôde perceber no tópico anterior, o mercado definitivamente se tornou mais dinâmico de uns anos para cá.

Isto é, em grande parte, resultado de um processo de especialização das profissões e também de diversificação das áreas de atuação. Para ilustrar melhor, não se pensava há um tempo em um profissional de design de multimídia ou de marketing digital, não é mesmo? Atualmente, tratam-se de áreas que não só possuem alta demanda, como são essenciais para o bom funcionamento de uma empresa.

Com tudo isso, diversificaram-se também as opções de trabalho.

A consequência é a mesma que já citamos neste artigo: os alunos que buscam formação em cursos tecnólogos, profissionalizantes e de qualificação — sobretudo do ensino interativo — encontram cada vez mais o seu espaço no mercado de trabalho, que agora é mais dinâmico e possui lugar para profissionais especialistas e de diferentes formações.

Aprendizado focado na lógica

Desenvolver o raciocínio do aluno envolve mais que passar um conteúdo e esperar que ele assimile aquilo que está sendo oferecido. É preciso trabalhar a capacidade deles de entenderem os assuntos e realmente apresentarem resultados de aprendizado.

O processo de desenvolvimento de aprendizagem precisa de métodos em que seus conhecimentos sejam testados a todo momento. Por exemplo, o que foi ensinado em uma aula anterior deve ser retomado de forma mais sucinta na aula seguinte.

O sistema de ensino interativo é uma oportunidade de otimizar o aprendizado de conteúdos complexos, pois reduz o tempo de assimilação de conteúdos por meio da lógica.

Papel decisivo do computador

O ensino interativo tem, em seu método, uma base que integra tecnologia e conteúdo. O aprendizado é estimulado por meio de multimídias que trazem, para o ambiente escolar, recursos que tornam as aulas mais interessantes.

Textos, áudios, imagens e animações são projetados de forma interativa, proporcionando à instituição uma maior adaptação dos alunos com formas mais divertidas e eficazes de aprendizado.

O computador tem um papel muito importante no sistema de ensino interativo, pois, além de proporcionar uma adesão da instituição às vantagens do uso da tecnologia, ele também é uma ferramenta que faz com que os conteúdos para o ensino possam ser desenvolvidos de maneira a solucionar diferentes problemas do setor educacional.

Como você pôde perceber, o ensino profissionalizante está em forte crescimento!

Aproveite e leia também nosso e-book que irá te ajudar a ter uma gestão escolar eficiente e de sucesso. Acesse agora e boa leitura.

17 respostas para “Entenda de vez o sistema de ensino interativo. Vamos lá!”

Deixe uma resposta