Motivação na Escola: como diagnosticar casos de faltas?

Motivação na escola: como diagnosticar casos de faltas?

A falta de motivação na escola é, sem dúvida, um dos maiores problemas enfrentados por qualquer instituição de ensino. Ela causa sérios problemas, sendo o mais grave a evasão escolar, que é prejudicial tanto para o aluno quanto para a escola.

Mas o que fazer quando os alunos perdem o interesse em estudar? Como entender individualmente os casos? De que forma motivá-los? É sobre essas questões que vamos falar nesse texto. Vamos lá?

Entendendo a desmotivação

Cada aluno tem sua realidade, suas experiências e seus problemas. Por isso, é importante que os gestores de escolas estejam atentos para identificar, caso a caso, qual a motivação das faltas ou da desistência.

Jovens e adolescentes

Nessa idade, os conflitos de identidade e os familiares acontecem a todo instante. Observe o comportamento dos alunos mais jovens, às vezes, uma observação mais atenta é a chave para entender o que se passa com ele. Ao detectar algum problema, procure abordar de forma tranquila e sem pressão, para não assustar e fechar ainda mais o aluno em seu problema.

É interessante também procurar entender o que está se passando no ambiente familiar, conversando com seus pais ou responsáveis.

motivacao-na-escola-como-diagnosticar-casos-de-faltas

Motivação na Escola: como diagnosticar casos de faltas?

Adultos e idosos

Agora, se o aluno desmotivado já for um adulto ou talvez um idoso, procure ter uma conversa franca com ele, buscando saber o que está o levando a faltar. Antes, porém, observe seu comportamento e procure uma boa estratégia para começar a conversa.

Em ambos os casos, porém, é essencial que o diretor ou supervisor da escola descubra se há alguma insatisfação desses alunos com a escola. Se o método de ensino não está agradando, se o ambiente está desfavorável para a aprendizagem entre outros fatores.

Crie um relatório de faltas

Seja qual for seu método de controle de frequência, faça um relatório individualizado de faltas, onde conste a quantidade geral de faltas, uma média mensal ou semanal, os dias da semana que o aluno mais falta e as principais justificativas. Com esse relatório em mãos será mais fácil encontrar uma solução com o aluno.

Faça reuniões gerais

Marque reuniões com todos os alunos e os incentivem a falar sobre a escola, sobre os cursos, da metodologia de ensino, das aulas. Peça para falarem ou escreverem o que eles acham que precisa ser mantido, melhorado ou mudado. Ouvir é a melhor maneira de entender o outro.

motivação na escola

Ações para aumentar a motivação na escola

Há uma máxima no esporte que diz: “a melhor defesa é o ataque”. Então para se defender da desmotivação dos alunos, contra-ataque com boas doses de motivação.

Escola atraente

Uma escola com uma estrutura atraente, convidativa, que inspira o estudo e a pesquisa é o primeiro passo para que os alunos, todos os dias, sintam prazer em frequentar aquele ambiente. Imagine estudar todos os dias em um ambiente que te inspira descaso e fracasso?

Mundo conectado

Hoje, não só os jovens vivem o tempo todo conectados. Crianças, adolescentes, adultos e até idosos já estão bastante familiarizados com as novas tecnologias. Sendo assim, as escolas não podem deixar de usar da tecnologia para facilitar a comunicação com os alunos e os processos internos.

Metodologia de ensino

Aumentar a motivação em sala de aula requer, também um método de ensino inovador. Uma boa metodologia de ensino é capaz de, não só manter a frequência dos alunos, mas fazê-los tirar o máximo de proveito das aulas e formar profissionais preparados para a realidade do mercado de trabalho.

Deixe uma resposta