Metodologia de Ensino: licenciar cursos ou franquear?

Na hora de abrir a própria escola, muitas vezes surge a dúvida: Vale a pena licenciar ou franquear a metodologia de ensino da minha escola? Entenda neste texto as diferenças entre os modelos de negócios.

Ao iniciar o próprio negócio, muitas pessoas optam por não partir do zero. No caso de uma escola, é neste cenário em que elas passam a procurar novas formas de empreender.

Trabalhar a própria marca até que se torne famosa demora e exige habilidades específicas de marketing, além de muito conhecimento em gestão.

Com uma franquia ou licenciamento, o empreendedor passa a trabalhar com um material pronto e um “Know How” já aprovado pelos consumidores,  muito atrativo para quem não tem vastos conhecimentos em marketing.

Utilizar uma marca forte e reconhecida é uma boa opção para quem quer empreender com sucesso no setor da educação.

Oferecer um método de ensino já estabelecido emprega maior credibilidade e qualidade aos produtos e serviços oferecidos pela escola.

Um exemplo é o método interativo, que você pode conferir aqui.

Franquear ou licenciar cursos? Quais são as diferenças?

Para escolher qual é a melhor opção para o seu negócio, é preciso entender as diferenças entre as mesmas. Conheça:

Franquia

Aqui, o empreendedor tem um alto investimento em um negócio cuja marca e metodologia de ensino já estão consolidadas. Esse modelo funciona da seguinte forma:

O cliente compra um “pacote” com gestão já aplicada e bem-sucedida, fornecedores cadastrados, treinamento, padrão de atendimento e serviço, além de projetos arquitetônicos e decorativos prontos.

Por ser um pacote fechado, não é possível realizar qualquer personalização no negócio, como uma ação específica, ou até mesmo modificar a fachada, por exemplo.

Licenciamento

O empreendedor que já possui um negócio no ramo – uma escola, por exemplo – adquire o direito de vender os produtos e serviços de uma marca consagrada, podendo trabalhar com o conteúdo como desejar.

Um licenciado recebe suporte pedagógico, comercial e administrativo, além de conteúdos e materiais didáticos de qualidade, treinamentos para equipe e campanhas de publicidade.

Muitas empresas utilizam o licenciamento de produtos para ampliar os lucros, pois a escola não fica presa a um sistema já padronizado, como nas franquias. Ou seja, é possível personalizar o negócio e a metodologia de ensino.

Exemplo:

Levando em conta a liberdade que o licenciado tem, ele pode fazer uso do material para tornar a metodologia de ensino mais rica, criando novas estratégias, trabalhos, feiras, além de realizar a promoção de ações externas com alunos.

Uma vez que ele tem o suporte do material em mãos, o licenciado pode deixar o aprendizado em sala de aula mais rico. 

metodologia de ensino

Qual metodologia de ensino dá retorno?

Ao escolher entre franquear ou licenciar cursos, é preciso ficar atento também ao retorno financeiro que o negócio terá. Entenda:

Quando o empreendedor se torna um franqueado, ele vira “sócio” da marca e tem de fazer um investimento alto, o que lhe impõe um “break even” (equilíbrio das contas) demorado.

Esse é um jogo de paciência, porque o franqueado não compra apenas o produto -a metodologia de ensino-, mas a linha completa e padronizada do negócio. No final das contas, apesar de todo o retorno (muitas vezes demorado), todo seu trabalho fica atrelado à marca da franquia, que não é sua.

Já com o negócio próprio, ao licenciar cursos as perspectivas de retorno são maiores perante os custos, já que o investimento é menor.

A utilização de uma marca forte e de qualidade que atraia mais alunos somado ao baixo investimento citado acima resulta num retorno financeiro rápido e maior em relação à franquia.

Assim, o valor da marca própria aumenta, possibilitando o crescimento do negócio e o surgimento de novos investidores.


O ensino profissionalizante está em forte crescimento! Quer empreender no ensino interativo ou já possui uma escola que deseja captar e fidelizar mais alunos através dele?

Preencha o formulário e converse com nosso consultor de ensino agora!


Uma resposta para “Metodologia de Ensino: licenciar cursos ou franquear?”

Deixe uma resposta