Quais as principais características de um bom gestor escolar?

Gestor Escolar: Quais são as principais características?

Muita gente brinca que para ser um bom gestor escolar é preciso ser um pouquinho de tudo: psicólogo, administrador, educador, equilibrista e até mágico! Brincadeiras à parte, a função de gestor escolar exige, realmente, muito jogo de cintura para lidar com diversas responsabilidades ao mesmo tempo.

Desse modo, é fundamental estar preparado para prestar um serviço de qualidade e ter muita segurança e eficiência em sua rotina de trabalho.

Quer conhecer as principais características que um bom gestor escolar apresenta? É só continuar lendo.

Características de um bom gestor escolar:

A) Tem paixão por educar

Um bom gestor escolar respira educação 24 horas por dia. Ele acredita no processo educativo e está disposto a fazer tudo para ver a sua escola funcionando.

Ele tem consciência de que a educação é a chave para a transformação da sociedade e, por isso, não perde nenhuma oportunidade de educar por meio de suas falas e ações. Resumindo, o bom gestor é um grande entusiasta da educação.

B) Sabe lidar com pessoas

A escola é um organismo vivo e diverso, que exige relacionamentos constantes com vários tipos de pessoas. O bom gestor escolar é aberto, sabe se relacionar com todos e respeita a diversidade.

Ele entende a comunicação como uma ferramenta imprescindível para fomentar esses relacionamentos e sabe se posicionar em situações diversas. Esse gestor não é reconhecido como bonzinho, pois mantém pulso firme e posicionamento crítico nas atitudes em cada decisão a ser tomada.

C) É hábil em interpretar números

A empresa que tem a educação como atividade é um negócio como qualquer outro, e isso exige muita acurácia para lidar com números.

A atenção e o cuidado com a parte financeira são fundamentais para garantir o sucesso da atuação do gestor educacional. A saúde contábil, as estratégias de negócio e a habilidade em gerir esses números são primordiais para a manutenção do sucesso da atividade, evitando levar escolas à falência.

D) Está sempre ligado às tendências

O bom gestor escolar se mantém bem informado sobre educação e busca estar sempre atualizado com relação às tendências do mercado.

Com isso, fazem parte do cotidiano desse gestor: a assinatura de revistas especializadas, a participação em cursos de aperfeiçoamento, a troca de experiências com profissionais de outras instituições, o acesso a metodologias alternativas de ensino, como o sistema interativo, e a busca constante por maneiras de resolver problemas cotidianos, como a redução da inadimplência escolar.

E) Importa-se com o contexto

Que diferença faz aprender em um ambiente A ou B? Toda! O bom gestor escolar entende que o ambiente em que o aluno está inserido faz toda a diferença na forma de ensinar e aprender.

Compreender as peculiaridades de cada contexto e saber lidar com elas é uma parte desafiadora do seu trabalho. Tudo muda quando as condições e os atores mudam, por isso, é preciso ter muita atenção e sensibilidade para captar essas nuances.

F) Comporte-se como um eterno aprendiz

Por viver em um ambiente de constante aprendizado, o bom gestor escolar precisa se manter como um eterno aprendiz, sempre de mente aberta e curiosa.

No entanto, por mais que ele descubra novas formas de fazer com que o conteúdo seja aprendido, isso só fará sentido se ele próprio conseguir se transformar. Os olhos de um bom gestor estão sempre brilhando para o novo e ele comporta-se como uma criança descobrindo as primeiras letras.

G) Sabe delegar funções

Como você já percebeu, a atuação de um gestor escolar é fundamental para um bom desempenho da escola, não é mesmo? Entretanto, ele não deve trabalhar sozinho. Na verdade, uma boa gestão é composta por vários funcionários bem preparados e capacitados.

Desse modo, um gestor eficiente deve delegar funções para seus colaboradores. Essa atitude faz com que eles ganhem mais confiança e sejam reconhecidos em seu trabalho. Consequentemente, todos se sentem importantes e ficam mais engajados com os objetivos da escola.

Com uma gestão descentralizada, não se perde tempo com detalhes de outros setores e é possível se concentrar com mais tranquilidade em questões mais importantes para a performance de todos.

É válido ao gestor realizar reuniões periódicas para manter-se informado de tudo, mesmo que alguns processos estejam sob responsabilidade de outras pessoas.

Um modelo que preza pela corresponsabilidade também faz com que todos se envolvam na solução de problemas. Como os méritos e as culpas não são transferidos para terceiros, o ambiente de trabalho se torna amigável e mais saudável.

H) Estabelece metas

Todo tipo de negócio necessita de metas para guiar e nortear o trabalho de seus funcionários, e não poderia ser diferente em uma escola. Esses objetivos devem ser estabelecidos de acordo com as necessidades da gestão. Eles motivam a equipe e facilitam a superação de obstáculos e problemas, além de desenvolverem diferenciais competitivos.

Portanto, o bom gestor faz uma análise bem-feita da comunidade em que a escola está inserida e de sua situação socioeconômica. Com esses dados em mãos, consegue determinar metas e criar um planejamento focado nos seus objetivos.

O gestor de qualidade também monitora os indicadores de desempenho e propõe novas abordagens para o trabalho da equipe escolar, além de estar preparado para mudar sua estratégia de acordo com os desafios que enfrenta. Você pode ver um artigo sobre como calcular rendimentos aqui.

I) Otimiza o quadro de horários

Uma escola sempre deseja oferecer cursos de qualidade e que estejam dentro dos padrões do mercado. Porém, de nada adianta ter essa característica se os horários de aula não condizem com o tempo disponível pelos alunos.

Desse modo, um gestor escolar bem preparado define um horário adequado à sua demanda e que não tenha janelas de espera, pois ele sabe que simples mudanças, como essas, podem reduzir as despesas com horas não trabalhadas e melhorar o desempenho financeiro da escola.

J) Usa novas tecnologias

Os avanços tecnológicos mudaram a maneira como professores e alunos interagem entre si. Uma escola de sucesso precisa acompanhar as novidades do mercado e oferecer os melhores conteúdos aos seus alunos. Para isso, ela deve contar com as ferramentas e os softwares mais modernos e eficientes que existem.

Gestores com essa atitude, mostram ao mercado que suas escolas estão preocupadas em preparar seus alunos para enfrentar os desafios que a vida profissional moderna pode oferecer.

Hoje em dia, o mercado está muito exigente e concorrido, e o setor educacional tem um importante papel no futuro de nosso país, pois é ele que prepara alunos e profissionais para o mercado de trabalho.

Em vista disso, um gestor escolar precisa desempenhar suas funções com muita eficiência e qualidade. Ele deve acompanhar as tendências e as novidades para ofertar cursos e aulas que fazem a diferença no aprendizado de todos.

Com as dicas do nosso post, você está preparado para gerir sua escola e prestar um ótimo serviço à comunidade. Gostou do nosso conteúdo?

gestor escolar

Deixe uma resposta