Crise? Se tem um mercado que passa longe da crise é o de desenvolvimento de games. Diferente dos outros segmentos, o setor de jogos virtuais brasileiro encontra-se em constante expansão, movimentando cerca de R$ 1,5 bilhão, em 2019.

O Brasil é o principal mercado de jogos da América Latina e o 13º no ranking mundial, segundo dados da Newzoo. Essa empresa, realiza pesquisas sobre a indústria de games.

Ainda de acordo com o levantamento, somos o quarto país em consumo desta tecnologia, com 75 milhões de gamers. Estamos atrás apenas das grandes potências econômicas: Estados Unidos, Japão e China.

Games no Brasil

Segundo o Ministério da Cultura (MinC), o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e Associação Brasileira das Empresas Desenvolvedoras de Games (Abragames), o cenário continua positivo para os próximos anos, espera-se que até 2020 tenha um crescimento médio de 7,3% ao ano.

Com a ascensão do mercado, surgiu uma nova oportunidade de negócio: as empresas desenvolvedoras de games. A maior parte dessas empresas estão localizadas nas regiões Sudeste e Sul (78%), especificamente em São Paulo, Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro.

Portanto, mais da metade possui jogos lançados e atua no mercado brasileiro e no internacional, ainda de acordo com Ministério da Cultura (MinC).

As empresas de desenvolvimento de games que dominam o mercado

#1 2Mundos (São Paulo/SP)Categoria: Advergames O que faz: Desenvolve Apps para os setores de educação, mídia e tecnologia.

#2 Aquiris Game Studio (São Paulo/SP)
Categoria: Autorais O que faz: Estúdio independente com mais de 40 jogos lançados, incluindo casual, mobile e advergames. No início, era focado em arquitetura 3D, com o tempo passou a criar advergames e por fim começou a criar seus próprios jogos.

#3 QUByte Interactive (São Paulo/SP) Categoria: Mobile, Web, Console, Desktop O que faz: A empresa desenvolve soluções digitais para todas as plataformas. A QueByte possui uma das equipes mais experientes do Brasil.

#4 VOX Game Studio (Porto Alegre/RS) Categoria: Advergames e autorais O que faz: Time de desenvolvedores focados em programação de jogos mobile.

#5 O2 Games Categoria: Advergames, Web e Serious Games. O que faz: A empresa é especialista em games para web, jogos educativos e advergames.

A carreira no mundo dos jogos online

Nos últimos anos, o seguimento se profissionalizou com a criação de entidades, como a Associação Brasileira de Games (AbraGames) e a Associação Comercial, Industrial e Cultural dos Jogos Eletrônicos no Brasil (Acigames).

Com isso, outro fator essencial foi o início de envolvimento do governo, com incentivo ao intercâmbio de conhecimento entre players nacionais e internacionais.

Esse movimento contribuiu para estruturação da área e dos profissionais. Com o mercado de trabalho aquecido, algumas carreiras tornam-se promissoras para quem é apaixonado por games.

Entre os cargos em alta na indústria estão o supervisor de produtos, o desenvolvedor mobile, o desenvolvedor web e o designer gráfico. Com salários que podem chegar aos R$ 18 mil, segundo informações do Guia do Estudante.

E aí, gostou desse artigo? Continue acompanhando nosso blog e fique por dentro das carreiras e profissões em alta no país.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você Também Pode Gostar