Método interativo de ensino: como implementar?

Entenda como utilizar o método interativo de ensino na sua escola e cresça mais.

O método interativo de ensino surgiu no mercado dos cursos profissionalizantes como uma solução para problemas que assolavam a todos.

Era comum escolas fecharem em razão da evasão de alunos, do custo de manutenção dos cursos, da incapacidade de captar novos clientes ou simplesmente de sucumbirem a concorrência.

O método interativo  trouxe inovações como o ensino individualizado (cada aluno estuda no seu próprio ritmo), a integração de conteúdo multimídia, a padronização e a diversificação dos cursos.

Tudo isso agregando ainda mais valor ao serviço prestado por escolas profissionalizantes e livres para alunos em todo o país.

Acontece que muitos gestores ainda têm dúvidas quanto a melhor maneira de implementar o método interativo.

Se este for o seu caso, pode ficar tranquilo. Logo abaixo tem três passos para você entender como realizar essa implementação:

Escolhendo um parceiro

O primeiro passo para implementar o método interativo na sua escola é escolher um parceiro que seja referência no mercado.

Nessa hora, é muito importante ficar com uma pulga atrás da orelha em relação a ofertas mirabolantes: de vez em quando, aparece um ou outro oferecendo um serviço por trocados, obviamente algo de péssima qualidade.

Fique atento e dê preferência a empresas que já tenham uma história a contar e uma reputação a defender.

Por isso, uma boa opção é pesquisar empresas referências no Brasil que já trabalham — com um número amplo de escolas, fornecendo pacotes completos de cursos livres e profissionalizantes por, claro, um preço justo.

Montando a estrutura

O método interativo não demanda mais daquilo que já existe em qualquer curso: uma sala de aula equipada com computadores e um instrutor.

Logo, os cursos oferecidos — sejam eles de matemática, de informática ou de inglês — não geram nenhum investimento além do que já é necessário para estruturação de uma escola profissionalizante.

Inclusive, a maioria das escolas que não adota um método interativo acaba gastando muito mais, porque o método interativo traz economia, como a dispensa de professores em sala de aula, do longo processo de elaboração de cursos e da espera pela formação de turmas.

Escolhendo os cursos

Agora que você já tem uma boa parceria e uma infraestrutura adequada, podemos falar na escolha dos cursos.

Para isso, é muito importante analisar o mercado, especialmente o de sua região, a fim de definir o melhor segmento para sua escola.

Uma escola instalada no centro de uma grande cidade, por exemplo, pode atrair inúmeros clientes interessados em cursos profissionalizantes, uma vez que estes pretendem trabalhar em grandes escritórios.

Assim como as instaladas no interior da cidade podem ter algum benefício, no caso,  formando pessoas para trabalhar no setor econômico local ou ainda suprindo uma deficiência do ensino (com aulas de matemática, por exemplo).

O importante é ficar atento às oportunidades! Agora, você já tem um quadro geral com as principais dicas para implementar o método interativo na sua escola profissionalizante ou livre.

Após a implementação, você verá os impactos positivos do novo modelo de trabalho, com aumento no volume de alunos, redução de custos e maior lucratividade.

Deixe uma resposta