como abrir uma escola profissionalizante

5 Dicas para abrir uma escola profissionalizante de sucesso

Quer abrir uma escola? Conheça os custos e seu planejamento administrativo e pedagógico.

Se você está pensando em abrir um negócio neste seguimento, lembre-se de que nos últimos anos a demanda pelo ensino profissional cresceu consideravelmente. Então, tem grandes chances de ter sucesso, desde que tenha organização e preparo.

Este artigo tem o propósito de trazer algumas dicas sobre o planejamento administrativo e pedagógico para que você monte uma escola profissionalizante de sucesso.

1. Franquia ou licença?

Antes de abrir uma escola, você precisa saber qual a melhor opção para a sua escola: franquiar cursos ou licenciá-los?

Independente da opção, o empreendedor passará a contar com um material pronto e atrativo, além de consultoria de marketing. Ainda vale dizer que, no segmento educacional, escolher uma marca reconhecida no mercado é fundamental.

Basicamente, na franquia, o gestor da escola tem um alto investimento em um negócio consolidado. Já no licenciamento, adquire-se o direito de vender os produtos e serviços daquela marca consagrada sem, necessariamente, usar o mesmo nome.

Para fazer a escolha perfeita, entre franquias e licenças, separamos para você nosso e-book grátis “Licenciar cursos ou franquear? ”.  Clique no banner, baixe o material e conheça todos os prós e contras de cada segmento de negócio.

2. Tipos de cursos para oferecer na sua escola

Agora que leu nosso e-book e sabe as diferenças entre franquias e licenças, já decidiu, vamos ao próximo passo?

O mercado está com constante mudança e, para acompanhar, as profissões estão se reinventando e se adequando às novas exigências. Por isso, é essencial conhecer quais as áreas em alta e que mais precisam de profissionais. Pensando nisso, separamos cinco áreas que estão movimentando o mercado. Confira:

  • Marketing e vendas;
  • Tecnologia na Informação;
  • Gestão de negócios;
  • Educação e Cidadania;
  • Saúde e bem-estar.

Na Revista Ponto Jovem, a nossa especialista pedagógica Natália Messina comenta quais são as profissões tecnológicas que despontam no mercado e como elas podem afetar as relações de trabalho. Leia o conteúdo na íntegra e entenda.

3. Ponto ideal e infraestrutura

O próximo passo para abrir uma escola é definir o local perfeito para abertura do seu negócio. Pensando nisso, analisar todas opções e encontrar a melhor relação custo-benefício é algo a ser feito com calma.

Lembre-se: o ponto perfeito, que atenderá às suas expectativas nem sempre será possível.    Mas, se levar em conta aspectos da cidade onde vai abrir a escola, da população local e do seu plano de negócio, conseguirá achar o ponto ideal. Para tanto, anote alguns itens importantes:

  • Número de habitantes da cidade;
  • Número de habitantes do bairro escolhido;
  • Número de escolas regulares (públicas e privadas);
  • Concorrência;
  • Faixa etária da população local;
  • Facilidade de acesso;
  • Classe econômica.

Pronto! Tendo avaliado as questões acima, você vai achar o melhor lugar para abertura da escola. Depois, é hora de começar a pensar em outros aspectos essenciais como:

  • De quantos computadores precisará (salas de aula, recepção e para uso pessoal)?
  • Quais configurações necessárias para cada função?
  • Quais equipamentos terão na sua escola?
  • Quem prestará os serviços?
  • Mobiliário e decoração, onde comprar?
  • Quem fará as instalações técnicas?

O ideal é fazer uma lista com as respostas para todas essas perguntas porque, assim, surgirão nomes e empresas. Dessa forma, pode começar a fazer os orçamentos e cotar os serviços mais acessíveis.

4. Definição de cargos e funções

Outro momento importante, definir uma equipe não é fácil. Afinal, essas pessoas estarão ao seu lado diariamente buscando atingir, juntos, os objetivos da sua escola. Ainda, cuidarão do seu negócio quando estiver ausente. Por isso, escolha a dedo instrutores, recepcionistas, gerente e outros. Algumas características devem se sobressair em todos eles: competência, eficiência e responsabilidade.

Portanto, existe o procedimento correto para a escolha do quadro de colaboradores. Realize um processo seletivo criativo e organizado. Pense nas fases de seleção que serão necessárias para avaliar as habilidades de cada perfil de vaga. Sugestão: abertura de vagas > recrutamento > entrevista/dinâmica > seleção> treinamento > admissão.

Vamos supor que sua escola possua 10 computadores e o atendimento é das 08h às 22h. Seguindo este modelo, sugerimos 2 recepcionistas, 2 instrutores(as) e 1 assistente comercial. Pensamos em uma equipe menor para oferecer a melhor relação custo-benefício.

5. Inauguração

Com tudo pronto, chegou o momento de inaugurar sua escola e fazê-la funcionar plenamente. Primeiro, defina uma data para inauguração. Nossa dica é que seja feita no sábado, pois é o dia em que a maioria das pessoas estão disponíveis (alunos e pais).

Outra dica: desenvolva uma campanha de matrículas para ser aplicada na semana de inauguração. Faça uma tabela de preços e descontos para facilitar.

Por último, torne a fachada da sua escola bem atrativa: coloque banners ou faixas que chamem a atenção e informem a data de inauguração. Lembre-se, porém, de consultar a legislação local antes para saber sobre a comunicação visual permitida.

Conclusão

Com essas dicas, você pode traçar o planejamento ideal para abrir uma escola profissionalizante. Se quer estar ainda mais preparado e munido de informações, temos dois materiais que poderão lhe ajudar: nosso Guia de Gestão Escolar: saiba por onde começar e a Planilha Quanto Custa Montar Uma Escola

Deixe uma resposta