Elas evoluem na área de tecnologia e não pretendem parar

Elas evoluem na área de tecnologia e não pretendem parar 

Mulheres que integram a Evolua Educação são destaques na campanha educativa da empresa para o avanço equilibrado entre as forças feminina e masculina no mercado de trabalho

Print

Neste 8 de março – Dia Internacional da Mulher, a Evolua Educação aposta em uma campanha educativa para colaborar com a conscientização da sociedade. Trata-se de uma ação pela igualdade dos direitos entre mulheres e homens, baseada nos Princípios de Empoderamento das Mulheres – iniciativa da ONU Mulheres e do Pacto Global – criada para promover a igualdade de gênero e o empoderamento da mulher no trabalho e na comunidade. E não é a toa que a Evolua abraçou essa causa. Com 18 anos no mercado de tecnologia, a empresa sempre manteve a postura de abertura para profissionais de ambos os sexos e, ao longo de sua atuação, foi acompanhando a entrada da mulher neste setor e o recente crescimento da oferta de mão de obra feminina.

Profissionais da Evolua em Santa Rita do Passa Quatro

A campanha Evolua Mulher tem duplo sentido proposital, incentivando as mulheres a evoluir profissionalmente e buscando garantir alguns princípios como:  homens e mulheres devem ter as mesmas chances de ocupar uma vaga de trabalho; que possam ter as mesmas oportunidades de promoção; receber os mesmos salários quando ocupam os mesmos cargos e que ambos os sexos tenham oportunidades iguais para ocupar cargos de liderança. Além disso, a empresa decreta que é contra a violação dos direitos das mulheres, contra a discriminação e que repudia qualquer forma de assédio (moral ou sexual).

Equipe feminina da empresa em Cravinhos, SP

Prova desta postura de igualdade é que a empresa emprega mulheres em diferentes áreas nas unidades em Cravinhos e Santa Rita do Passa Quatro, no interior de São Paulo. Desde as áreas produtivas como criação, edição e revisão, passando pelos setores de recursos humanos, administrativo, comercial e relacionamento com clientes, até as gestões de marketing e de projetos – lideranças femininas da empresa; além das empresas prestadoras de serviços de comunicação e marketing, predominantemente femininas. “Fomos percebendo o crescimento pontual da mulher no mercado e a aderência das empresas para o avanço e o empoderamento da carreira do público feminino, mas não foi necessário definirmos políticas de igualdade na empresa, simplesmente porque nunca fizemos distinção entre os sexos para cargo nenhum. O compromisso com a igualdade de direitos sempre esteve em nosso DNA”, expressa o diretor geral da Evolua Educação, Luciano Cornetti. 

Luciano Cornetti Nogueira (2)

Luciano, Diretor Executivo

Elas inspiram

Segundo a gerente de marketing da empresa, Daniela Lui, outro aspecto que chama atenção na Evolua é a força das mulheres também entre as escolas licenciadas pela marca. “Muitas das escolas que atendemos são dirigidas por mulheres fortes, empreendedoras, que batalham pela educação. Algumas sozinhas, outras com apoio de seus maridos, parceiros, sócios ou sócias. E isso nos traça um perfil de mulher que impulsiona o crescimento das empresas no Brasil, o que modifica a economia e gera resultados positivos para a sociedade como um todo”, acrescenta.

Jô, Milena, Joyce, Elizete, Marlene, Lia, Rosemeire, Cristiane, Mônica e muitas outras, como a empresária Cris Sucesso. Ela é psicóloga, empreendedora e, ao lado do marido, dirige 16 escolas no estado do Amazonas, há 21 anos. Desde 2001, o grupo é ligado ao sistema de ensino Evolua. Cris vive em Cidade Nova, Manaus. Lá, orienta alunos e pais a preparem seu caminho profissional. “Nosso trabalho investe em humanização. Por isso, temos um atendimento focado nos pais. Se eles confiam no nosso ensino, o aluno também confia e assimila a nossa proposta”, conta. O Grupo Sucesso é líder de mercado no norte do país e isso enche a empresária de orgulho. A receita, ela ensina: “é preciso ter paixão pelo que se faz. Isso sim funciona”, revela.

1ª Convenção Evolua Sistema de Ensino.

Cris Sucesso

Segundo Thiago Mariano, gerente de relacionamento, o número de alunas no Sistema de Ensino também tem crescido a cada ano. Muitas vêm por conta do foco profissional, outras ainda buscam viver bem e se sintonizar com a evolução do mundo contemporâneo diante das ferramentas e tecnologias de educação e comunicação. É o caso de Maria de Lourdes Bombonatti Arantes Nogueira, que está na melhor idade: tem 65 anos e há dois é aluna de uma escola em Cravinhos, SP. Neste tempo, fez diversos cursos e está aproximando sua vida das novidades tecnológicas. “Comecei aprendendo Word e Excel para utilizar melhor o computador e, em seguida, os professores indicaram outros cursos que poderiam me interessar, como marketing e relações humanas. Decidi continuar estudando”, destaca.

A aluna não pretende parar e já passou por várias capacitações na Trilha do Conhecimento da Evolua. “Atualmente, estou iniciando o curso de Adobe Premiere, aprendendo a fazer edições e montagem de vídeos. Essa parte de edição visual me agrada bastante, pois tenho um grande interesse por arte”. Ela confessa que não buscou os cursos necessariamente para encontrar um emprego, mas para adquirir novos conhecimentos. “Tudo o que aprendi me ajuda muito nas minhas tarefas diárias, como a organização administrativa da casa, tarefas bancária e outras”, conclui.

 Crescimento equilibrado

Print

Para 2016, o plano de crescimento da Evolua Educação é ousado e certamente garante o espaço para mais mulheres na empresa e para mais parceiras nas escolas licenciadas. Só no que se refere a lançamentos de produtos, estão previstos cinco novos cursos. Hoje, a empresa conta com mais de 50 cursos. Os cursos são oferecidos por 1.100 escolas em todo o país e a previsão é de que 120 novas escolas integrem o sistema ainda no primeiro semestre. Neste início de ano, foram abertas 12 vagas de emprego e a oferta continua aumentando.

 

2 respostas para “Elas evoluem na área de tecnologia e não pretendem parar ”

Deixe uma resposta para Evolua Cancelar resposta